#SOMOSMAFRA
MAFRA TERMINA ANO COM CLASSIFICAÇÃO SENSACIONAL

Com o empate alcançado em casa casa (1-1) o Mafra termina o ano de 2019 num surpreendente terceiro lugar a par de Leixões e Varzim, trio com 23 pontos somados e apenas suplantados por Nacional e Farense.

Apesar do feito, o jogo esteve longe daquilo que os comandados de Seabra já fizeram nesta temporada em termos da qualidade do seu futebol, muito por culpa do que o Académico de Viseu conseguiu colocar em prática anulando alguns dos pontos fortes dos locais.

No entanto o jogo até começou muito bem para o Mafra que logo aos 4 minutos se adiantou no marcador atrvés de um golo apontado pelo lateral Joel que aproveitou da melhor maneira uma falha de comunicação entre Ricardo Janota e os seus parceiros da retaguarda de deixaram a bola ao alcance de Joel que vendo a bola sobrar-lhe para a sua frente não teve dificuldade em abrir o marcador, apontando o seu quinto golo na competição, sendo mesmo nesta altura o melhor marcador da equipa. Facto que se realça, tratando-se de um defesa.

Assim, sem que nada o fizesse prever pela fase prematura da partida o Mafra colocou-se em vantagem que no entanto duraria pouco tempo já que aos 12 minutos na sequência de um canto batido na direita pelo canhoto Jorge Miguel levou a bola ao segundo poste onde na tentativa de aliviar o esférico levou Rúben Freire a colocar a bola nas próprias redes, para desespero de Godinho que ficou sem capacidade de reação.

O golo da igualdade teve o condão de tranquilizar o emblema de Viseu, tendo efeito contrário na equipa mafrense que passou a não viver muito bem com o pressing a que se viu sujeito na zona do meio campo, não conseguindo o Mafra fazer a circulação de que tanto gosta.

E verdade seja dita foi mesmo o Viseu que até ao descanso criou alguns calafrios juntos das redes de Godinhos através de saídas muito rápidas quase sempre conduzidas por Latyr e João Mário que em duas ocasiões - 27` e 36`viram o guarda-redes local evitar a reviravolta no marcador.

A segunda parte começou desde logo com uma grande ocasião de golo para o Mafra com João Miguel a subir mais alto que toda a gente na marcação de um canto, tendo o cabeceamento que levava o selo de golo sido defendido de forma felina por Janota com uma estirada ao canto inferior direito, desviou a bola para canto. Um grande momento que se viria a repetir mais à frente na partida.

E esse momento aconteceu aos 72`minutos num lance em todo idêntico ao anterior, com a diferença a ser no cabeceamento que desta feita foi desferido por Medeiros, mostrando-se de novo Janota ao mais alto nível.

Até final destaque para mais duas ocasiões, uma com um remate de João Tavares que levou a bola a sair muito perto do ferro, e já perto do final foi a vez de Godinho evitar que Patrick fosse feliz após uma boa investida pelo corredor esquerdo.

rjc

**

Estádio do Parque Desportivo Municipal de Mafra

Arbitro: Fábio Melo (Porto)
Auxiliares: Rui Amaral, Jorge Brito.

Intervalo: 1-1

Golos:
Joel (4'), Rúben Freitas (12, pb)

Amarelos: Patrick (34'), Ayongo (40'), Cazonatti (49`), Luisinho, 69`), João Oliveira (84`)

MAFRA - T. Vasco Seabra
1 Godinho (cap)
25 Rúben Freitas
14 Juary
4 João Miguel
29 Joel
6 Júnior
20 João Tavares
55 Cazonatti (8 Zé Tiago, 53`)
22 Nuno Rodrigues (19 Lucas, 76`)
90 Ayongo (9 Areias, 66`)
10 Medeiros

AC. VISEU - T. Rui Borges
1 Ricardo Janota
2 Yang
13 Mathaus
55 Steven
15 Jorge Miguel
80 Zimbabwe
6 João Oliveira
26 Patrick
77 Luisinho (cap) (11 Bruninho, 85`)
7 João Mário (9 Carter, 90`)
24 Latyr (14 Fernando Ferreira, 79`)

Um website emjogo.pt